Blog

Qualidade de Vida

Suas escolhas mudam o mundo

- Por Jonathan Lamim

Somos mais de 208 milhões de habitantes em território brasileiro que precisam tomar decisões diariamente e fazer escolhas com os mais variados graus de dificuldade.

Ao longo de um dia uma pessoa pode chegar a tomar 35 mil decisões, contando entre as decisões do consciente e do inconsciente.

Decidir que roupa vestir, que filme assistir, qual o sabor da pizza, onde passear no fim de semana; são decisões relativamente simples se comparadas com decisões como: qual faculdade fazer, qual presidente escolher, com quem se casar.

Mas independente da decisão, seja ela do consciente ou do inconsciente, cada uma delas tem o poder de mudar o mundo e você pode não estar percebendo isso.

As pessoas estão sempre manifestando seus desejos de um mundo melhor – educação, saúde, saneamento básico, economia, etc – e buscando sempre alguém para ser o responsável por essa mudança.

O que elas esquecem é que cada ser humano que vive nesse mundo é responsável por construir um mundo melhor.

A mudança que eu quero, o mundo melhor que eu quero, precisa começar em mim. Se eu passo essa responsabilidade para outra pessoa deixo de ter o controle sobre essa mudança e acabarei tendo que aceitar a mudança que a outra pessoa fizer.

Cada pessoa tem uma visão de mundo, tem a sua imagem do mundo melhor, e assim os pontos de vista vão se diversificando e fica cada vez mais difícil definir o conceito de mundo melhor.

Como mudar o mundo

Se cada pessoa tem uma visão de mundo, é praticamente impossível que se crie um “MUNDO MELHOR” que agrade a todos, mas existe uma forma de mudar o mundo que muitas pessoas desconhecem.

A partir do momento que cada pessoa tem uma visão de mundo e a visão dela mudar, o mundo dela mudou, sendo assim, a forma mais eficiente de mudar o mundo é: MUDANDO A SUA VISÃO E ATITUDE NESSE MUNDO.

O seu mundo é composto por:

  • sentimentos
  • pensamentos
  • atitudes
  • comunicação

Essas 4 áreas afetam tudo ao seu redor, tanto de forma positiva quanto de forma negativa, mudando cada um deles, automaticamente os demais sofrerão mudanças.

O que você escolhe sentir e pensar, a forma como você age e se comunica, todas as escolhas feitas nessas áreas mudam o mundo, o seu mundo.

Não gaste sua energia tentando mudar o mundo de todos, coloque o foco apenas no seu mundo, assuma a autorresponsabilidade e o comando do seu barco, guiando-o em direção ao seu mundo melhor.

Ao invés de ficar buscando respostas para perguntas como:

  • Por que fulano não faz isso pela educação?
  • Como pode ciclano deixar o lixo espalhado pela calçada?

Mude o tom das perguntas:

  • O que eu posso fazer para que a educação seja melhor?
  • O que eu posso fazer para evitar que o lixo fique espalhado pela calçada?

Ao invés de buscar culpados ou responsáveis pelas mudanças que você quer no mundo e não está vendo, se coloque na posição de controle, veja o que você pode fazer para mudar as coisas ao seu redor e construir o mundo melhor que tanto deseja.

Se cada pessoa assumir a responsabilidade por construir o seu mundo melhor com uma atitude real de carinho e amor de cada vez, uma coisa é certa: todos poderão desfrutar do mundo melhor que tanto sonham, pois construíram esse mundo a seus olhos e o enxergam diariamente.

Finalizo esse texto com uma reflexão:

O que você tem feito para construir o mundo melhor que tanto sonha?

Não deixe de assistir ao vídeo abaixo, que ilustra tudo isso que foi falado nesse texto.

 

Compartilhe na sua rede
  • 4
    Shares

Comentários