Blog

Desenvolvimento Humano

Frustração: como lidar com ela

- Por Jonathan Lamim

Frustração é o estado de um indivíduo quando impedido por outrem ou por si mesmo de atingir suas metas, alcançar objetivos e realizar sonhos.

Quem nunca sofreu uma frustração na vida que atire a primeira pedra!

Se sentir frustrado é comum em uma parcela razoável da população mundial, pode ser doloroso e em alguns casos ser incapacitante.

Algumas pessoas conseguem dar a volta por cima, vencer a frustração e atingir suas metas, alcançar os objetivos e realizar seus sonhos, outras porém se entregam a esse sentimento tóxico e desistem. Algumas têm tanta dificuldade de lidar com o sentimento e tudo o que ele causa que acabam tirando a própria vida.

Mas o que você precisa saber de fato sobre a frustração é que É POSSÍVEL VENCÊ-LA e ser feliz, e é sobre isso que vamos falar no decorrer desse texto.

Motivos que podem levar à frustração

A frustração acontece quando o indivíduo se sente incapaz e derrotado por não ter conseguido o que desejava, ou até mesmo por não ter as expectativas atingidas em relação a alguma situação ou pessoa.

Em todas as áreas da vida é possível sentir a frustração, seja no trabalho, nos relacionamentos, nos estudos, enfim, em qualquer área.

Um dos fatores que mais levam à frustração é a auto-exigência que as pessoas se fazem, e muitas das vezes essas auto-exigências estão além do que é possível atender, e aí a frustração acaba sendo inevitável.

A área financeira é umas das áreas que mais gera frustrações, afinal de contas não se vive sem dinheiro. Porém algumas pessoas não conseguem se colocar em um padrão financeiro adequado à sua realidade, e com isso assumem dívidas ou então não conseguem adquirir os bens desejados, o que leva à frustração.

As consequências da frustração

Os motivos que levam à frustração são diversos mas algumas das consequências desse sentimento são bem conhecidas:

  • depressão
  • agressividade
  • baixa auto-estima
  • pensamentos suicidas
  • regressão de comportamento
  • apatia

Pessoas frustradas possuem 4 reações muito comuns: raiva, desânimo, fuga e compensação.

A raiva é demonstrada simplesmente descontando os problemas em algo ou alguém. E isso pode ser feito por meio de agressão a familiares e até a si mesmo. O colocar para fora toda a raiva, acaba surgindo um outro sentimento, que é o de remorso, e com isso a carga de frustração só aumenta.

O desânimo é muito evidente, pois as pessoas frustradas perdem a vontade de agir, de sair do seu estado atual, afinal de contas para elas “nada dá certo mesmo”.

A fuga acontece nas situações onde a pessoa se sente frustrada, ou seja, ela passa a evitar todas as situações que geram frustrações, fugindo da situação e deixando de agir de maneira diferente para obter resultados melhores.

A compensação é a reação onde o indivíduo busca substituir a frustração por coisas que o façam se sentir melhor, mesmo que seja uma melhora temporária. Essa compensação é muito perigosa pois em alguns casos a pessoa frustrada pode desenvolver vícios, como por exemplo em bebidas alcoólicas.

Como lidar com a frustração


Agora você já conhece um pouco mais sobre frustração, quais são as reações que ela causa, e chegou o momento de aprender a lidar com esse sentimento tóxico e destrutivo.

Muitas pessoas perdem a motivação por algo muito rapidamente, e quando isso começa a acontecer com frequência, e os resultados esperados e desejados não se concretizam, a frustração chega.

Para lidar com esse tipo de frustração você precisa se atentar às seguintes questões:

  • saiba exatamente o que te deixa feliz
  • tenha clareza dos seus objetivos
  • fique longe de pensamentos negativos
  • pratique incessantemente a positividade

A perda de motivação pode acontecer por exemplo quando uma tarefa demora muito tempo para ser concluída, ou por estar fazendo algo que não se gosta ou por estar com muitos pensamentos negativos.

Saber quais atividades, ambientes e pessoas te deixam mais feliz é fundamental para manter a motivação em alta. Ter objetivos claros e bem definidos é fundamental para que você possa definir as tarefas de modo a se manter motivado por toda a jornada.

Quando uma pessoa tem à frente muitos problemas e não encontra a solução para eles, é possível que a frustração tome conta e comece a bloquear qualquer tipo de pensamento e ação que levem à solução dos problemas.

Para evitar a frustração por esses motivos você pode:

  • trabalhar em equipe
  • ampliar a sua rede de contatos
  • aprender mais sobre criatividade
  • buscar pensamentos inovadores

Se está difícil encontrar a solução para um problema, pode ser que você esteja olhando mais para o problema do que para as possibilidades de solucioná-lo.

Por isso trabalhar em equipe, ampliar a rede de contatos para ter outros pontos de vista, ser mais criativo e inovar são dicas importantes para não se frustrar pela falta de solução dos problemas.

Independente do que leva à frustração, existem algumas coisas que podem ser feitas para evitar que esse sentimento tome conta de você e também para ter uma qualidade de vida cada vez melhor.

Autoconhecimento

O autoconhecimento é o caminho mais curto para você evitar frustrações por auto-exigência excessiva, estar em um lugar, emprego ou relacionamento que não esteja satisfatório e de acordo com seus valores e princípios.

Quanto mais você se conhece, melhor você se cuida, em todos os sentidos. Suas escolhas são mais assertivas, suas exigências mais controladas e o melhor, você consegue identificar o estado atual de cada área da sua vida e o que pode ser melhorado.

Autorresponsabilidade

A autorresponsabilidade é convicção de que você é o único responsável pela vida que tem levado, e sendo assim, você é o único que pode mudá-la.

Veja a seguir alguns dos benefícios da autorresponsabilidade:

  • passa a focar na solução e não no problema
  • decisões e atitudes se tornam mais acertadas, maduras e produtivas
  • se comunica de forma mais positiva
  • enxerga as situações do dia a dia como oportunidade de fazer a diferença

Ao se tornar uma pessoa autorresponsável você terá ganhos extraordinários, que nem você será capaz de acreditar.

Digo isso pois um dos meus clientes passou por essa experiência e me enviou um áudio no WhatsApp relatando a experiência dele, e você pode ouvir esse relato agora.

Foco na solução

Se as pessoas se frustram pelos problemas que não conseguem resolver, isso é sinal de que estão com mais foco no problema do que na solução propriamente dita.

Tome consciência do problema, entenda-o e coloque ao lado – não de lado – dando espaço para uma visão mais clara das soluções possíveis.

Quando se tem algo à frente dos olhos é praticamente impossível enxergar. Ao tirar o problema da sua frente você terá clareza para buscar a solução ideal e efetiva.

Tome consciência do problema e coloque o foco total na solução, busque opiniões de outras pessoas, nessas horas é de grande utilidade obter informações de quem está de fora do problema e então pode visualizar as possibilidades de uma outra forma.

Pense e faça diferente


Quanto mais você mantiver os pensamentos positivos, mesmo em situações adversas, melhores serão os resultados.

Ao mudar seus pensamentos inicia-se um ciclo de mudanças que envolve sentimentos, convicções e comportamentos.

Os pensamentos geram sentimentos e convicções, que geram comportamentos, e esses comportamentos geram sentimentos, entrando em um ciclo que pode ser altamente benéfico ou totalmente maléfico.

Já dizia Albert Einstein que é insano querer resultados diferentes fazendo a mesma coisa, e ele tinha total razão.

Quando você muda seus pensamentos, todo o restante do seu corpo começa a mudar, do fisiológico ao neurológico.

Mude a sua linguagem corporal

Amy Cuddy, professora da Harvard Business School afirma que “os sentimentos são consequências […] do comportamento emocional e da reação corporal”, ou seja, corpo e mente estão ligados.

Sua palestra “Sua linguagem corporal molda quem você é” no TED é a segunda mais assistida na história do evento, e ela esclarece muito bem o que uma mudança na linguagem corporal pode trazer de benefícios para corpo e mente.

Você pode assistir a essa palestra completa a seguir:

 

Se achar que não consegue sozinho, existe uma solução

Adquirir autoconhecimento, autorresponsabilidade, mudar o ponto de foco, mudar os pensamentos e a linguagem corporal é muito novo para você? Parece difícil fazer tudo isso sozinho?

Quero te dizer que existe uma solução, e ela tem um nome bem simples: AJUDA.

Não tente resolver tudo sozinho, peça ajude, se dê a oportunidade de ver e ouvir outras pessoas, preparadas e dispostas a te ajudar.

Como coach (um profissional que ajuda pessoas a transformarem suas vidas) eu já ajudei diversas pessoas a se livrarem não só da frustração mas a atingir suas metas, alcançar os objetivos, realizar seus sonhos e sonharem cada vez mais alto.

Através do coaching – que é um misto entre arte e ciência capaz de promover o desempenho humano, tornando as pessoas melhores – você e qualquer pessoa pode vencer ainda mais rápido a frustração, se preparar para os desafios do dia-a-dia e começar a realizar os seus sonhos em pouco tempo.

Para conhecer mais sobre o coaching, você pode clicar aqui e ver um material que preparei para ajudar as pessoas a compreenderem os benefícios do coaching para suas vidas.

Quero finalizar esse texto com uma frase do Dr. Augusto Cury que me inspira muito quando falo sobre frustração, e me colocar a disposição para esclarecer qualquer dúvida que você tenha em relação ao assunto abordado nesse texto ou qualquer outro relacionado a desenvolvimento humano e coaching.

Compartilhe na sua rede
  • 26
    Shares

Comentários