fbpx

Como deixar de ser uma pessoa reativa e se tornar autorresponsável

Você é uma pessoa reativa ou autorresponsável?

Para responder a essa pergunta você pode utilizar o quadro abaixo. Identifique nas colunas da esquerda e da direita quais as frases você mais utiliza em seu dia a dia, em seguida identifique qual a coluna teve o maior número de ocorrências.

 

Coluna 1 Coluna 2
Isso sempre acontece comigo. O que eu fiz para que isso acontecesse?
Ninguém me respeita. Eu me respeito e me faço respeitar.
 Sempre fiz isso e deu certo.  O que eu posso fazer para melhorar?
 Ninguém me aceita como eu sou  Quem me aceita como eu sou?
 Não posso fazer isso.  Eu escolho fazer ou não isso.
 Eu preciso fazer isso.  Eu prefiro fazer ou não isso.
 Ah, se eu pudesse fazer isso…  Quais recursos buscarei para fazer isso?
 Tenho que passar no vestibular. Seria muito bom passar no vestibular.
 Eu devo ser um bom ouvinte.  Será melhor eu ser um bom ouvinte.
 Promoção nesta empresa é impossível.  O que devo fazer para alcançá-la?

 

Se você utiliza mais as frases da coluna 1, então você tem forte tendência a ser uma pessoa reativa, mas se as ocorrências forem maiores na coluna 2, então você está caminhando para a autorresponsabilidade.

 

O que é uma pessoa reativa?

Pessoa reativa

Uma pessoa reativa é aquela que possui uma comunicação verbal ou corporal onde está sempre tentando se absolver da responsabilidade.

É aquela pessoa que não se responsabiliza por nada, que não é capaz de fazer nada pela própria vida, está sempre transferindo suas responsabilidades de sucesso e felicidade para outras pessoas.

Pessoas reativas sofrem grande influência do ambiente externo. Se o ambiente é bom elas estão bem, se o ambiente é ruim elas estão mal.

Você já ouviu a música “Modinha para Gabriela” do Dorival Caymmi?

Pois é, essa música tem um trecho que diz:

Eu nasci assim, eu cresci assim, e sou mesmo assim, vou ser sempre assim: Gabriela, sempre Gabriela.

Pessoas reativas, que se comunicam dessa forma podem ser consideradas como portadoras da síndrome de Gabriela.

Para as pessoas reativas, entre um estímulo e uma resposta não tem nada. Ela vai dar a resposta automaticamente, baseada apenas no estímulo, não importa o que essa resposta vai causar.

Uma característica marcante das pessoas reativas é que elas focam no problema e não na solução.

 

O que é uma pessoa autorresponsável?

Pessoa Autorresponsável

A pessoa autorresponsável é aquela que exerce a sua liberdade de escolha. Que coloca entre o estímulo e a resposta a sua consciência, seus valores, a sua liberdade de escolha e seus princípios.

A essência de uma pessoa autorresponsável é a capacidade de submeter uma reação a um valor, princípio ou objetivo. Paulo Vieira

Uma pessoa autorresponsável tem como hábito as 6 leis da autorresponsabilidade:

  1. Se é para criticar (os outros), cale-se.
  2. Se é para reclamar, dê sugestão.
  3. Se é para buscar culpados, busque solução.
  4. Se é para se fazer de vítima, faça-se de vencedor.
  5. Se é para justificar seus erros, aprenda com eles.
  6. Se é para julgar as pessoas, julgue suas atitudes.

Diferente de uma pessoa reativa, a pessoa autorresponsável se coloca à frente da situação. Ao invés de se fazer de vítima e colocar a culpa nos outros, elas se pergunta o motivo do resultado obtido.

Uma característica marcante das pessoas autorresponsáveis e que elas sempre se colocam na posição da pessoa que receberá sua resposta, antes de proferir a resposta.

 

Como deixar de ser uma pessoa reativa e se tornar autorresponsável?

Deixar de ser uma pessoa reativa e se tornar uma pessoa autorresponsável é uma prática diária, uma série de exercícios que deverão se tornar hábitos na vida de quem deseja essa mudança.

A primeira coisa a ser feita é fazer das 6 leis da autorresponsabilidade um estilo de vida.

A segunda coisa é tomar consciência da forma como se comunica. As frases apresentadas no quadro do início desse texto são apenas algumas que são identificadas de forma fácil nas pessoas reativas e autorresponsáveis.

Sempre que disser frases semelhantes às que foram apresentadas, procure repetir pra si mesmo de forma interrogativa. Por exemplo: “Todo mundo faz assim.” / “Todo mundo faz assim?”

Depois você pode aplicar um pouco de exagero nessa mesma frase: “Todo mundo que eu conheço e até quem não conheço faz assim, e ninguém faz diferente?”

Inverta a situação: “Eu conheço alguém que faça diferente?”.

E então busque a origem para a sua frase: “Quem faz assim? “.

Quando você começa a analisar suas falas dessa forma, seu modo de pensar começa a ser questionado por você mesmo de forma natural.

O questionamento é uma ferramenta muito importante no processo de transformação de uma pessoa reativa para uma pessoa autorresponsável.

Questione-se sempre, com qualidade. Um bom questionamento é aquele que leva à reflexão e traz outro questionamento tão forte quanto o anterior.

Ninguém pode ter maior ou menor domínio do que o que exerce sobre si. – Leonardo da Vinci

Análise Gratuita do seu Perfil COmportamental

Seu comentário é muito importante!

Venha fazer parte da lista dos realizadores!

Ao entrar para a lista dos realizadores você terá acesso a conteúdos exclusivos que lhe ajudarão a realizar seus sonhos!

Parabéns! Você já faz parte da lista dos realizadores!

Para não correr o risco dos emails caírem na caixa de spam, adicione o endereço [email protected] à sua lista de contatos.

Fast Coaching
Análise de Perfil Comportamental
Palestras & Treinamentos