Blog

Alta Performance

As formas mais comuns de autossabotagem

- Por Jonathan Lamim

Autossabotagem é a ação de uma parte de nós – que não está disposta a se sentir feliz e realizada – para fazer com que não consigamos alcançar os nossos objetivos.

Quando o seu sabotador interno entra em ação ele começa a dizer que você não é merecedor ou merecedora de tal realização, e se você não tiver muita inteligência emocional e autocontrole, ele conseguirá te convencer.

O psicanalista Sigmund Freud escreveu em 1916 um artigo que teve grande repercussão no mundo científico que tinha como título “Os que fracassam no triunfo”, e nesse artigo ele falava sobre os tratamentos que ele fazia com pessoas que tinham medo de alcançar a satisfação, a realização, o sucesso e ficavam aliviadas quando suas ações não davam certo.

Se autossabotar é encontrar um novo caminho para não ser feliz.

O tema autossabotagem tem conteúdo para vários livros, mas nesse texto eu quero compartilhar com você 5 sinais de autossabotagem que são fáceis de serem identificados tanto na vida pessoal quanto profissional.

5 sinais de autossabotagem na vida e no trabalho

#1 – Paralisar pelo medo de errar

Quantas vezes você já deixou de realizar algo por ter ficado com medo de errar?

O medo é um dos maiores sabotadores que existem, mas fique tranquilo, você pode vencer o medo.

Ter medo é bom e é importante, mas a partir do momento que esse medo começa a influenciar de maneira negativa na sua vida pessoal e profissional, é o momento de reavaliar o que está fazendo e buscar ajuda para vencer o medo.

#2 – Deixar tudo para última hora

Deixar tudo para última hora, ou simplesmente procrastinar é um dos sabotadores mais vistos por aí.

“Amanhã eu faço”, “Agora não, mais tarde”, essas e outras frases são muito utilizadas por procrastinadores.

A procrastinação é um autossabotador da sua produtividade e da sua performance, e a consequência dessa autossabotagem é te afastar do seu objetivo e gerar estresse por ter muita coisa pra fazer no limite do prazo.

#3 –  Querer agradar demais os outros

Você está mais preocupado em agradar aos outros ou a si mesmo?

Pode não parecer mas o fato de realizar para agradar mais aos outros do que a si mesmo é um sabotador interno.

Por mais que algumas vezes seja importante agradar as pessoas, no caminho para a realização pessoal e profissional o foco deve estar em agradar a si mesmo.

Agrade aos outros, mas mantenha os limites para que esses “agrados” não se tornem sabotadores.

#4 – Achar que deve dar conta de tudo sozinho

Quantas tarefas você delegou hoje desde a hora que levantou até esse exato momento?

Não delegar tarefas pode representar várias coisas, como por exemplo: manter o controle de tudo, manter o padrão de execução, garantir que os resultados sejam os melhores.

Mas nada disso vai mudar o fato de que ao assumir o controle de tudo sozinho é uma maneira de se sabotar.

Se você não delega, em algum momento vai utilizar a frase: “Não consegui os resultados desejados porque não do conta de fazer tudo sozinho”.

A não ser que você viva isolado em um planeta distante, sem acesso à internet e qualquer outro tipo de comunicação, você pode delegar tarefas e vencer esse sabotador.

#5 – Não acreditar em si mesmo

Se você não acreditar em si, quem acreditará?

Você é o responsável pelas suas realizações, logo, se você não acredita que é capaz de realizar tudo o que sonhar, está se sabotando.

Ninguém conhece você melhor do que você mesmo – ou pelo menos deveria se conhecer – e isso é de grande importância para alcançar as realizações pessoais e profissionais e vencer o sabotador interno.

Como vencer a autossabotagem

Vencer a autossabotagem é algo que só depende de você, e quero compartilhar com você duas coisas que te ajudarão nesse processo.

A primeira é AUTOCONHECIMENTO.

A partir do momento que você passa a se conhecer melhor ganha novas armas para lutar contra os sabotadores, pois descobre os gatilhos que levam à autossabotagem.

A segunda é PROCURAR AJUDA.

Às vezes não conseguimos identificar os sabotadores internos sozinho e lutamos em vão contra eles, sem alcançar os resultados e dando ainda mais força para que eles atuem.

Uma ajuda muito eficaz para vencer a autossabotagem é o processo de coaching. Através do processo de coaching você terá ferramentas para vencer a procrastinação, os medos, aumentar sua autoconfiança e outras coisas e ainda terá um aumento grande do seu autoconhecimento.

Não basta apenas identificar alguns sabotadores internos, é preciso saber como esses sabotadores internos são gerados, quais os gatilhos que despertam eles e colocam você mais longe das realizações pessoais e profissionais.

Para você que se identificou com algum desses sinais de autossabotagem que eu compartilhei nesse texto e quer vencê-los mas precisa de ajuda, CONTE COMIGO. Me envie uma mensagem para conversarmos melhor sobre o assunto e juntos encontrarmos a melhor forma para você se realizar pessoal e profissionalmente.

Compartilhe na sua rede
  • 7
    Shares

Comentários