fbpx

5 sabotadores da felicidade que você precisa evitar

Já parou para pensar quantas vezes você estava se sentindo muito feliz e de repente essa felicidade desapareceu?

Se isso já aconteceu – ou ainda acontece –  com você não se preocupe, existe uma explicação e também solução. E é sobre isso que vou compartilhar com você nesse artigo.

Na vida existem diversos sabotadores que são capazes de destruir a felicidade quase que de forma instantânea.

Vou compartilhar com você alguns desses sabotadores, os que considero mais fortes quando o assunto é acabar com a felicidade, e te dar algumas dicas sobre como lidar com esses sabotadores e eliminá-los da sua vida.

#1 – Reclamações

Algumas pessoas passam a maior parte do seu tempo reclamando, não importa do quê, e o fato de estarem reclamando só deixa claro o quanto elas estão focadas nos pontos ruins, negativos, nos problemas.

Pessoas que reclamam demais possuem tendência a se colocarem sempre como vítimas de tudo, não importa o que aconteça, a culpa nunca é dela.

Se você está feliz e começa a ouvir alguém reclamar, ou começa a reclamar, em instantes a felicidade vai embora, pois o seu foco estará em algo que não gera sentimentos positivos, e se não tem positividade não gera felicidade.

Dica para lidar com esse sabotador

Uma das leis da autorresponsabilidade é: SE É PARA RECLAMAR, DÊ SUGESTÃO.

Não importa sobre o que você vai reclamar, se é sobre você ou outra pessoa, substitua a reclamação por uma sugestão que leve ao crescimento e desenvolvimento, e não ao desânimo e tristeza, como as reclamações têm o poder de fazer.

#2 – Crenças Limitantes

As crenças limitantes são certezas, verdades absolutas, que uma pessoa adquire ao longo da vida e que possuem grande capacidade de limitação.

Por exemplo, se uma pessoa possui a crença de que “dinheiro não é importante”, e pelo simples fato de acreditar nisso, não dá atenção para sua vida financeira, ela corre o sério risco de passar por dificuldades financeiras ao longo da vida e perder oportunidades de viver uma vida financeira abundante.

As crenças limitantes não existem apenas no lado financeiro, em diversas áreas da vida existem crenças limitantes, veja alguns exemplos dessas crenças:

  • “Nunca vou conseguir dinheiro suficiente”;
  • “Não tenho tempo para nada”;
  • “Não sou bom o suficiente”;
  • “Não sei tudo o que preciso”;
  • “Não consigo aprender isso”;
  • “Não consigo me organizar”;
  • “Eu não mereço sucesso ou coisas boas”;
  • “Sou muito velho para isso”;
  • “Os outros precisam mudar para minha vida melhorar”;
  • “Estou destinado a essa vida e a ser desse jeito porque essa é a situação da minha família e por isso, é a minha”;
  • “O mundo está em crise, e por isso tudo está muito difícil para mim”;
  • “Não é possível viver do que se ama”.

Dica para lidar com esse sabotador

Para vencer as crenças limitantes você precisa, em primeiro lugar, identificar os comportamentos que estão sendo limitados por algum pensamento ou conhecimento que possui.

Em seguida identificar e reconhecer as crenças presentes em sua vida; se elas realmente são certezas absolutas suas ou se são falas de seus pais e parentes que você tomou para si como verdade.

E por fim trabalhar para ressignificar essas crenças, de modo que elas te coloquem em um outro nível de vida, tornando o estado de felicidade cada vez mais presente.

Algumas pessoas precisam de ajuda para identificar e ressignificar as crenças limitantes, e o coaching é uma excelente forma de vencer as crenças limitantes.

#3 – Pensamentos negativos

A maior parte do tempo estamos pensando, ficamos transitando entre passado e presente em nossos pensamentos, mas quando os pensamentos negativos chegam, a felicidade vai embora na mesma velocidade.

No momento em que você dá lugar para o pensamento negativo, ele apaga as luzes da positividade por completo e por maior que seja a alegria, ela não será mais a mesma.

Existem pessoas, pode não ser o seu caso, que só de ouvirem algo no ônibus enquanto se encaminham para o trabalho entram em um estado de tristeza e angústia tão profundos que fica perceptível.

Um dia desses eu presenciei tal situação, onde uma pessoa conhecida ouviu um desconhecido comentar no ônibus que um parente havia falecido e a causa da morte foi por engasgar com saliva.

Quase que instantaneamente a fisionomia da pessoa que ouviu mudou, pude perceber nos olhos dela angústia e mal-estar. E não tinha nada a ver com ela, foi com um desconhecido, mas ela absorveu pra si a informação negativa.

Dica para lidar com esse sabotador

Para lidar com pensamentos negativos, sejam eles produzidos naturalmente por você, de forma consciente ou inconsciente, ou gerados após ver ou ouvir algo negativo, você precisa praticar constantemente o bloqueio a esse tipo de sentimentos.

Quando você perceber que um sentimento negativo está passando pela sua cabeça, imediatamente se despeça dele – tchau pensamento – e comece a pensar em algo que foi positivo para você, que gerou felicidade.

Se o pensamento negativo veio a partir de algo que você viu ou ouviu, como no caso real que compartilhei, você pode realizar o mesmo procedimento, dando tchau para o pensamento e pensando em algo positivo.

#4 – Foco no passado

O passado pode conter muitas coisas boas, lembranças alegres, mas algumas pessoas focam apenas nas coisas tristes do passado e trazem esses pensamentos para o presente de uma maneira tão forte que acreditam que eles são reais, e por repetirem tanto, acabam produzindo crenças limitantes.

Eu costumo dizer o seguinte para os meus clientes e participantes de palestras e treinamentos:

Excesso de foco no passado produz depressão, excesso de foco no presente produz estresse e excesso de foco no futuro produz ansiedade. Sendo assim, a felicidade está no equilíbrio entre o tempo que você passa trafegando entre passado, presente e futuro, e onde você coloca o foco em cada um desses momento, se em coisas boas ou ruins. 

Dica para lidar com esse sabotador

A minha dica para que você lide com esse sabotador e vença-o é encontrar o ponto de equilíbrio entre passado, presente e futuro. 

Quando pensar em situações passadas, procure aproveitar as experiências positivas e aprendizados.

Ao pensar no futuro, visualize as coisas boas que sonha em realizar.

E no presente, aja, use os aprendizados do passado para tornar reais os sonhos do futuro. 

#5 – Necessidade de aprovação dos outros

Conheço diversas pessoas que são excepcionais no que fazem, mas não conseguem ser completamente felizes porque sempre colocam a certeza da felicidade na aprovação dos outros.

Se alguém não aprova por completo o que foi feito, há uma frustração e mesmo tendo desempenhado um excelente trabalho o sentimento é de que não fez o suficiente.

Você coloca a aprovação do que faz nas mãos dos outros ou é você quem dá – ou não – a aprovação?

Dica para lidar com esse sabotador

Para lidar com esse sabotador, primeiro é preciso ter consciência plena de que a sua felicidade está nas suas mãos e não nas mãos de terceiros.

Sendo assim, você é quem deve aprovar ou não o que faz, e o que vier de terceiros, use apenas como feedback para se aprimorar e crescer, nunca para se entristecer.

 Se identificou em você algum desses sabotadores e gostaria de saber mais sobre como lidar com ele e vencê-lo, me envie uma mensagem. Terei o maior prazer em ajudar você a vencer os sabotadores e ser feliz todos os dias. 

Seu comentário é muito importante!

Venha fazer parte da lista dos realizadores!

Ao entrar para a lista dos realizadores você terá acesso a conteúdos exclusivos que lhe ajudarão a realizar seus sonhos!

Parabéns! Você já faz parte da lista dos realizadores!

Para não correr o risco dos emails caírem na caixa de spam, adicione o endereço [email protected] à sua lista de contatos.

E-books para download

Clique na imagem para acessar a página de download

X